Tentáculos * (Thiago Quadros, UVA, 2010)

O Curta “Tentáculos”,  direção de Thiago Quadros,  foi o 1º colocado na categoria animação do Curta Criativo 2010 (Concurso de curtas-metragens do Sistema FIRJAN),  além de ser selecionado  em diversos festivais,  dentre eles  o AnimaMundi 2011 e a 11ª MFL – Mostra do filme livre 2012.  Este mês,  a RUA traz a entrevista com Thiago Quadros  acompanhada de seu curta.  Não deixem de conferir!

por Amanda de Castro Melo Souza  **


RUA: Thiago, primeiro eu gostaria de te agradecer por ter nos dado a abertura dessa conversa. Gostaríamos que você nos contasse qual o grande diferencial de um curso de animação dentro do contexto audiovisual, as vantagens e desafios que quem escolher seguir esta área possa vir a enfrentar.

Thiago Quadros: Eu que agradeço a oportunidade. Bem, o curso de Pós-graduação em Modelagem e Animação Digital é voltado a principalmente ao seguimento cinematográfico. Os desafios são como em qualquer outro, iniciar e chegar ao objetivo, mas a grande vantagem e diferencial é sair do curso com um portfólio de um curta-metragem em mãos.

RUA: Agora vamos para o “Tentáculos”, dentro do curta vocês trabalham uma temática que é recorrente no imaginário  infantil, o monstro que existe em baixo da cama, você pode contar pra gente quais as inspirações e pesquisas realizadas para o desenvolvimento dessa trama ?

TQ: A história inicialmente produzida pela Beth Soares foi inspirada em seu filho. Quando organizamos os grupos, decidimos pela melhor história e abraçamos o roteiro como se fosse nosso.Estas histórias foram criadas como parte da ementa do curso, mas o grupo não teve dúvida que a Beth havia escrito o melhor argumento.

RUA: Dai também surgiram as referencias do Caio (protagonista do curta) ?

TQ: Buscamos referências de filmes infantis e de aventura, observamos o que mais gostamos de cada e desenvolvemos um estilo próprio. Mas certamente nossas maiores referências foram os filmes da Pixar, como: Monstros S.A. e os Incríveis.

Para modelagem, seguimos a direção de Arte do Álvaro Victorio, que nos orientou ao mundo de “fofópolis”. Um mundo de elementos grandes, suavizados e infantis.

Esboços do personagem Caio

RUA: Dentro do processo de produção do curta houve a captação de recursos financeiros ou a tentativa da mesma? Você poderia nos apontar quais as dificuldades que vocês enfrentaram durante a realização do projeto de vocês e como vocês lidaram com ela.

TQ: Não houve captação de recurso financeiro e nossa maior dificuldade, acredito ter sido a distância entre os participantes e às horas destinadas ao curta. Apesar de o curso ser na Barra da Tijuca/RJ, alguns nem moravam na mesma cidade e durante a semana trabalhávamos normalmente. Somente nos tempos vagos, somávamos esforços para a finalização do projeto. Isso nos rendeu boas noites acordados e finais de semana.

Vale salientar que mantínhamos uma reunião por semana e os prazos eram mantidos. Ouso dizer que com propriedade, este curta não teria existido se não fosse esta equipe, pois nos momentos de ausência de um, outro estava presente para apoiar as necessidades do projeto.

RUA: Você poderia descrever um pouco o processo técnico de produção do Tentáculos ?

TQ : O processo foi dividido em um cronograma macro da seguinte forma:

1- 1ª Reunião com orientador

2- Pesquisa

3- Modelagem

3.1- Personagens

3.2- Cenário

3.3- Elementos Cênicos

ModelSheet do Caio

4- Textura

5- Gravação das vozes dos atores em estúdio

6- Rigging

6.1- Caio

6.2- Monstro

7- Animação

8- Iluminação e Render

8.1- Cena 1

8.2- Cena 2

9- Finalização (Pós-produção)

Utilizamos o Microsoft Project como programas de gestão e o Celtex para criação do argumento e roteiro. O Programa Autodesk 3d Max 2009 foi utilizado para modelagem e renderizado com Mental Ray.

Modelo final do Caio no 3d Max 2009

O render foi dividido por camadas e alguns mapas como o de profundidade e sombra foram gerados no mesmo processo do render final. A divisão de camadas foi necessária, pois renderizamos os planos estáticos uma única vez e economizamos no tempo final para o render da animação.

RUA: Além de uma excelente técnica de animação 3D pude notar que o curta contém uma concepção de arte bem elaborada, como se deu esse processo de criação dentro da pré-produção (desde a escolha das cores, até os objetos de cena e suas formas)?

TQ: No início do projeto, definimos quem estaria responsável por cada etapa e tanto Álvaro Victorio (direção de arte) quando Beto Paiva (textura), representaram excepcionalmente suas posições no projeto. Para finalizar, fiz alguns tratamentos na pós-produção no momento de composição das imagens.

Alguns elementos que criamos, foram como uma espécie de objetos sentimentais, os quais tínhamos na infância e a forma grande, arredondada e suavizada era pra entrar no estilo que definimos como “fofópolis”.

RUA: Não podemos deixar de notar na trilha sonora que acompanha as situações do curta, pontuando os momentos de tensão e mudando de acordo com as cenas, gostaria de saber como foi a concepção da mesma e se há dentro do curso de animação Veiga de Almeida alguma matéria ou estudo voltado para quem gosta de som.

TQ: A trilha de áudio foi realizada em dois momentos, sendo o primeiro a locução e o segundo a trilha sonora e efeitos sonoros. Dividimos essa tarefa entre mim e o Álvaro Victorio. Busquei referências no site do Domínio Público e bibliotecas pagas de efeitos sonoros.

Sobre a Veiga de Almeida, não tenho o conhecimento se existe tal seguimento, mas o curso não contempla composição de áudio.

RUA: Para fecharmos a matéria gostaria que você nos contasse um pouco de como foi ter seu projeto vencedor do Curta Criativo e se você tem previsão de novas realizações nos moldes do Tentáculos.

TQ: O projeto Curta Criativo nos abriu muitas portas, assim como esta oportunidade de nos falarmos. Fico muito feliz em saber que podemos contar com projetos culturais desse nível. Estou dirigindo um curta de ficção científica, mas não posso divulgar no momento, somente que será falado de um ícone da história do Brasil, a trama de um roubo e uma viagem no tempo. Temos a previsão de lançamento no próximo ano. Só não está sendo feito com a mesma equipe que produziu os Tentáculos.

* O projeto Tentáculos contou 7 integrantes sendo eles  Álvaro Victorio, Beto Paiva, Beth Soares, Vinícius Lewer, Leandro Batista, Rafael Santos e Thiago Quadros, sob orientação de Daniel Pinna. Para mais informações sobre o processo de criação do curta confiram o book do “Tentáculos” no link : http://www.slideshare.net/tmquadros/book-tentculos

* *Amanda de Castro Melo Souza é graduanda em Imagem e Som pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos) e Editora da RUA (Revista Universitária do Audiovisual)

Author Image

RUA

RUA - Revista Universitária do Audiovisual

More Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>