Dossiê “Scorsese 80 Anos” – Chamada de Textos

Na edição de outubro de 2022 da Cahiers Du Cinéma, que homenageia Jean-Luc Godard, Martin Scorsese veiculou um artigo sobre o ícone da Nouvelle Vague. Após parágrafos relatando sua relação os filmes do francês e a importância dele para o cinema, o diretor americano decide encerrar seu texto mencionando o que Godard afirmou quando François Truffaut, outro ícone da onda francesa, faleceu: 

“François talvez esteja morto. E eu talvez esteja vivo. Mas enfim, há diferença?”

Godard, Jean-Luc.

Como diz Scorsese, agora Godard também talvez esteja morto. O que coloca Scorsese na posição de “talvez vivo”. Não somente pela sua presença física, porém através de seus filmes. Sua obra.

É com este espírito, buscando homenagear em vida, que a Revista Universitária do Audiovisual (RUA) abre uma chamada de textos para o seu mais novo dossiê “Scorsese 80 Anos”. Lembrado por seus filmes sobre crimes e máfia, o cineasta tem uma obra muito vasta, que vai desde dramas religiosos, dramas esportivos e comédias surrealistas, até o terror e o documentário. Além disso, por meio de sua Film Foundation, Scorsese tem um papel fundamental na preservação e divulgação do cinema mundial, tendo participado do resgate de obras desconhecidas ou perdidas, como A negra de… (1966), de Ousmane Sembène, e Limite (1931), de Mário Peixoto.

Nesse sentido, estamos à procura de artigos, ensaios, pesquisas e/ou críticas de cinema que comentem acerca de algum elemento, filme, série ou mesmo sobre a biografia do cineasta estadunidense Martin Scorsese, que completa 80 anos no dia 17 de novembro. A chamada estará aberta até 30 de novembro (30/11/2022) e pretendemos que a publicação desta edição ocorra ainda em dezembro.

O texto deve ter algo em torno de 8 a 15 páginas, estar dentro do tema proposto para a atual edição da revista e encaixar nas regras listadas abaixo. O envio deverá ser feito para o e-mail rua-ccis@ufscar.br, e após um processo de seleção, uma resposta será enviada ao remetente, evidenciando a situação atual de seu texto, isto é, se será ou não publicado, e quais revisões serão necessárias.

Atenciosamente, a editoria da RUA.

Abaixo, algumas normas a serem seguidas antes de submeter uma produção textual para análise:

TÍTULO

Artigo/Ensaio: Livre

Crítica: “Nome do filme (Ano), Diretor”

Exemplo: “A Flauta Mágica (1975), de Ingmar Bergman”

OLHO

Por volta de 20 a 30 palavras, no máximo, descrevendo a ideia central do texto.

Exemplo: “Em um filme-ópera, Ingmar Bergman mistura linguagens para representar a ascensão da burguesia e a queda da aristocracia.”

FONTE E FORMATAÇÃO

Times New Roman, tamanho 12, espaçamento 1,5.

CITAÇÃO DE FILMES, SÉRIES E LIVROS

Itálico, acompanhado do ano de publicação e, em caso de livro, acompanhado do diretor/autor (necessário apenas na primeira aparição)

Exemplo: “Scarface (1983), de Brian De Palma, é um longa-metragem frontal em todos os sentidos.”

REFERÊNCIAS

Colocá-las ao fim do texto, seguindo normas ABNT.